quinta-feira, 10 de julho de 2008

A DOR QUE INSPIRA!

Pode reparar...os mais belos poemas são tristes.
As mais belas canções são melancólicas.
E os melhores dramas são...hã...dramas!

Mas, o que inspira estes artistas?
A DOR, claro!

A Dor do amor platonico,
A Dor da perda.
A Dor do abandono.

No meu caso, o que está me inspirando neste exato momento é uma puta Dor de Dente. Ou melhor, de não-dente, pois tive de arrancar o meu terceiro dente do ciso.
Mas qual diabos é a função do dente do ciso? Doer quando arrancado? Caralho, isso dói pra burro!
Alguns dizem que é por causa da evolução darwiana: Os primatas evoluíram em seres humanos mas ainda resta algum vestígio deles na gente; Os dentes do ciso!
FODAM-SE OS PRIMATAS!

Bom, eu arranquei, HOJE, a porra do dente do ciso. Na verdade é o terceiro que arranco, mas esse em particular dói de uma maneira mais acirrada que os outros.

O engraçado foi quando ainda estava com a anestesia na boca.
Fui até uma lanchonete que vende Mate, e pedi um Mate com Açaí, quando o pedido chegou fui tomar a bebida e ela caiu toda da minha boca. É isso mesmo, eu babei o Mate em cima da minha camiseta!
Eu expliquei para a atendente o que se passava e ela ficou até com dó.

Enfim, a dor de dente me inspirou a escrever essas besteiras.
A vantagem é que eu posso tomar gelado...hahaha!

AOOO VO ME ENTUPIR DE AÇAÍ!

Aquele Abraço...

3 comentários:

Arlequim disse...

É sempre a dor, só ela inspira, sempre ela.

David Cejkinski disse...

huahuahuahuahuahu ramon adoro seu sarcasmo!abçs

O blog da Lisa disse...

assino em baixo do que o David disse!
Beijos